• Home >
  • Exames >
  • Aminoácidos, Cromatografia Qualitativa Urinária

Aminoácidos, Cromatografia Qualitativa Urinária

Defeitos genéticos no metabolismo ou no transporte dos aminoácidos podem resultar em doenças chamadas "aminoacidopatias". Quando não tratadas, manifestam-se principalmente por encefalopatia progressiva, retardo mental, convulsões e distúrbios do comportamento. Os declínios significativos tanto na concentração de aminoácidos plasmáticos como na velocidade excretória urinária são raros. As concentrações aumentadas dos aminoácidos plasmáticos e especialmente sua velocidade de excreção urinária são de considerável importância médica, particularmente em recém-nascidos e crianças.

  • Material:

    Urina amostra isolada

  • Preparo:

    - De preferência a 1ª urina da manhã ou com retenção urinária de no mínimo 2 horas.
    - Fazer uma higienização na região, com água e sabonete. Enxaguar e secar.
    - Desprezar o 1º jato de urina no vaso sanitário e sem interromper o jato (sem fazer pausa), colher o jato do meio no frasco estéril disponibilizado pelo laboratório (aproximadamente metade do frasco) e desprezar o final no vaso.
    - O frasco deve ser âmbar.
    - Fechar o frasco imediatamente e encaminhar ao laboratório em até 40 minutos (em temperatura ambiente) ou até 2 horas refrigerado (em uma caixa de isopor com gelo, por exemplo), protegido da luz.
     

Código CBHPM: 40301672

Resultados