• Home >
  • Exames >
  • Aminoácidos, Cromatografia Quantitativa Urinária

Aminoácidos, Cromatografia Quantitativa Urinária

A determinação de aminoácidos na urina é utilizada para diagnóstico de defeitos na metabolização ou transporte de aminoácidos, além de defeitos do ciclo da uréia. Valores aumentados são encontrados em pacientes com diabetes mellitus com cetose, síndrome de Reye, falha renal aguda e crônica, eclampsia, aminoacidemias específicas, choque. Valores diminuídos são obtidos na hiperfunção adrenocortical, síndrome nefrótica, artrite reumatóide, pancreatite aguda, glomerulonefrite e doença de Hartnup.

  • Material:

    Urina amostra isolada

  • Preparo:

    - De preferência a 1ª urina da manhã ou com retenção urinária de no mínimo 4 horas.
    - Fazer uma higienização na região, com água e sabonete. Enxaguar e secar.
    - Desprezar o 1º jato de urina no vaso sanitário e sem interromper o jato (sem fazer pausa), colher o jato do meio no frasco estéril disponibilizado pelo laboratório (aproximadamente metade do frasco) e desprezar o final no vaso.
    - Utilizar recipiente graduado e estéril. Só abrir o frasco imediatamente antes da coleta e fechá-lo logo após o seu término.
    - Fechar o frasco imediatamente e encaminhar ao laboratório em até 40 minutos (em temperatura ambiente) ou até 2 horas refrigerado (em uma caixa de isopor com gelo, por exemplo).

Código CBHPM: 40301290

Resultados