• Home >
  • Exames >
  • Bartonella Quintana, Anticorpos IgG e IgM

Bartonella Quintana, Anticorpos IgG e IgM

Alguns fatores como reação cruzada entre as espécies de Bartonella e a prevalência de reatividade, variando entre 4-6 % na população geral, podem criar dificuldade de interpretação, devido formação de testes falsos positivos. Apesar de utilizar antígenos das duas espécies de Bartonella, deve-se sempre lembrar que são responsáveis por doenças e vetores distintos, ambas não prevalentes no nosso meio. A Bartonella quintana manifesta-se através de bacteremia, endocardite e angiomatose bacilar, cujo vetor mais comum seria o piolho (Pediculus humanus). A infecção causada por Bartonella henselae, mais conhecida como a doença da arranhadura do gato; define-se como uma doença infecciosa caracterizada 
com linfadenopatia regional, geralmente auto-limitada, tendo o gato seu reservatório natural. Títulos entre 1:64 e 1:256 podem representar uma possível infecção por Bartonella, os maiores que 1:256 ou IgM positivo, uma infecção ativa ou recente. Recomenda-se ainda a repetição do exame sorológico em 10 a 14 dias, para avaliar aumento na titulação dos mesmos, para confirmar a infecção, associado as manifestações clínicas do 
paciente. A sensibilidade e especificidade deste exame é limitada.

  • Material:

    Sangue

  • Preparo:

    Jejum não obrigatório.

Código CBHPM: 40323935/40323943

Resultados