Carbohidratos, Cromatografia

Normalmente a urina não deve conter açúcares em dosagens detectáveis. Utiliza-se a cromatografia para realizar a identificação do carboidrato presente no material, tais como: xilose, frutose, glicose, galactose, maltose e lactose. A identificação de algum desses açúcares na urina pode refletir o consumo dietético de carboidrato ou também sinalizar a presença de desordens do metabolismo dos carboidratos.

  • Material:

    Urina não cronometrada

  • Preparo:

    - De preferência a 1ª urina da manhã ou com retenção urinária de no mínimo 2 horas.
    - Fazer uma higienização na região, com água e sabonete. Enxaguar e secar.
    - Desprezar o 1º jato de urina no vaso sanitário e sem interromper o jato (sem fazer pausa), colher o jato do meio no frasco estéril disponibilizado pelo laboratório (aproximadamente metade do frasco) e desprezar o final no vaso.
    - Fechar o frasco imediatamente e encaminhar ao laboratório em até 40 minutos (em temperatura ambiente) ou até 2 horas refrigerado (em uma caixa de isopor com gelo, por exemplo).

Código CBHPM: 40311090

Resultados