Cocaína, Triagem

A cocaína é um estimulante potente, de origem natural, do sistema nervoso central e um anestésico local obtido a partir das folhas da planta Erythroxylon coca. Como droga de abuso, pode ser auto-administrada de diversas formas. O cloridrato de cocaína é solúvel em água e pode ser administrado por via nasal ou intravenosa. A base livre da cocaína (crack) é frequentemente fumada devido ao fato de não ser solúvel em água e de vaporizar a baixa temperatura. A cocaína crack é extremamente viciante devido à rapidez do desencadeamento e do desaparecimento do seu efeito desejado. A cocaína é rapidamente absorvida através das membranas mucosas e do sangue, especialmente quando fumada. Os padrões da taxa de excreção variam de indivíduo para indivíduo e conforme o modo de administração. A cocaína é metabolizada principalmente no fígado em diversos metabolitos farmacologicamente inativos. A benzoilecgonina pode ser detectada na urina menos de 4 horas após a administração. Aproximadamente 85-90% de uma dose de cocaína é recuperada na urina no espaço de 24 horas como cocaína (1-9%), benzoilecgonina (35-54%) e éstermetílico de ecgonina (32-49%).

  • Material:

    Urina amostra isolada

  • Preparo:

    - Detecção após exposição: de 4 horas até 4 dias. 
    - É necessário que a coleta seja feita no laboratório. 
    - A coleta deve ser obrigatoriamente assistida.

Código CBHPM: 40301575

Resultados