• Home >
  • Exames >
  • Coronavírus 2019, Anticorpos IgG e IgM (COVID-19)

Coronavírus 2019, Anticorpos IgG e IgM (COVID-19)

O que é?
Testes sorológicos realizados em amostra de sangue para pesquisa qualitativa de anticorpos IgM e IgG anti-SARS-CoV-2.

Método:
Quimioluminescência

Indicações:
- Pacientes sintomáticos na fase tardia, com SARS-CoV-2 não detectado ou se RT-PCR indisponível.
- Avaliação de retorno ao trabalho de profissionais da saúde.

Amostra:
Sangue (soro)

Quando coletar:
A partir do 14° dia após o início dos sintomas

Sensibilidade:
A sensibilidade determinada em pacientes sintomáticos com RT-PCR positiva para SARS-CoV-2, de acordo com o tempo de coleta do soro após o início dos sintomas, foi:
De 11 a 20 dias:
• IgM: 44,0%
• IgG: 54,0%
Acima de 20 dias:
• IgM: 47,0%
• IgG: 100%

Especificidade:
A especificidade foi determinada em um grupo de pacientes sintomáticos com RT-PCR negativa para SARS-CoV-2 e voluntários saudáveis. IgM: 98%. IgG: 99,3%

Limitações:
- Falsos-negativos: principalmente se realizada nos primeiros 14 dias após o início dos sintomas. Nova amostra deve ser coletada para avaliar soroconversão caso a primeira seja não-reagente e a suspeita de COVID-19 permaneça.
- Falsos-positivos: Principalmente para IgM. Resultado reagente isolado para IgM deve ser analisado com cautela. Recomenda-se repetição do teste, em nova amostra coletada 7 a 14 dias após um resultado IgM reagente isolado, para excluir falso-positivo.
- Desempenho diagnóstico em pacientes assintomáticos não foi estabelecido.
- Ainda não há comprovação que anticorpos IgG estejam associados com o desenvolvimento de imunidade e interrupção da transmissão do SARS-CoV-2.

Código CBHPM: -

Resultados