Herpes, Pesquisa

A pesquisa de células de Tzanck tem a finalidade de observar o efeito citopatológico do vírus herpes simples, que é um vírus DNA e um membro da família do herpesvírus humano, na morfologia das células. Os locais mais atingidos pelas herpes HSV-1, são faringe, áreas intra-orais, lábios, olhos e pele acima da cintura. A exposição inicial é denominada de infecção primária, atinge faixas etárias jovens, é assintomática, o vírus progride através dos nervos sensitivos e é transportado para os gânglios autônomos. Com a infecção oral o vírus coloniza o gânglio trigêmeoquinto, par de nervos cranianos,que possui três ramos: o mandibular, o oftálmico e o nervo maxilar. A infecção pelo HSV-2 é invariavelmente uma doença sexualmente transmissível, tendo se tornado, nos últimos 30 anos, uma séria preocupação de saúde pública. O HSV-2 da mucosa genital é facilmente transmitida pelo contato íntimo e produz o mesmo padrão das lesões mucocutâneas orais do HSV-1. A latência se estabelece nos gânglios autônomos pélvicos e sacrais e as reativações são duas vezes mais frequentes do que as do HSV-1. Inicialmente as lesões são diversas vesículas puntiformes, que rapidamente se rompem e formam inúmeras lesões pequenas e avermelhadas. As ulcerações podem coalescer e formar ulcerações maiores rasas e irregulares. Geralmente o caso se resolve em 5 dias, mas os casos mais graves se resolvem em torno de até duas semanas. O vírus exerce seus principais efeitos nas células epiteliais que mostram a denominada degeneração balonizante, que caracteriza-se pela acantólise e núcleo claro aumentado, essas células acantolíticas são denominadas de células de Tzanck. Ocorre fragmentação nuclear com condensação da cromatina. O edema que ocorre entre as células leva à formação de uma vesícula intra-epitelial. As vesículas localizadas na pele persistem e desenvolvem infiltração secundária por células inflamatórias. A partir do rompimento, as lesões mucosas apresentam uma membrana fibrinopurulenta composta por fibrina e neutrófilos na superfície.

  • Material:

    Exsudato das lesões (Secreção Uretral, Secreção Vaginal)

  • Preparo:

    Não usar pomadas tópicas durante ao menos 24 horas antes do procedimento de coleta.

Código CBHPM: 40323439

Resultados