IgG, Imunoglobulina G

As imunoglobulinas são sintetizadas pelas células plasmáticas como resposta imunitária humoral a um contato do sistema imunitário com antígenos. Num primeiro contato são produzidos, como reação primária, anticorpos da classe das IgM, depois anticorpos IgG e IgA. Valores altos de IgG são encontrados na AIDS, mieloma múltiplo por IgG, após hiperimunização, estágios de doenças autoimunes severas, certos linfomas, infecções crônicas. Valores diminuídos acontecem na hipogamaglobulinemia congênita e adquirida, mieloma por IgA, macroglobulinemia IgM de Waldenstrom, certas SS. De má absorção com severas perdas proteicas.
No líquor os valores de imunoglobulinas estarão aumentados em três situações: aumento dos níveis de imunoglobulinas do sangue, comprometimento da barreira hematoliquorica e síntese local. Valores aumentados são encontrados em paraproteineminas, quando o aumento das imunoglobulinas no líquor é devido aos altos níveis de paraproteinas no sangue. Em geral, ocorre em casos de mielomas tipo IgG e IgA. Também ocorrem em casos de leptomeningites agudas, bacterianas ou virais, encefalites agudas, doenças cerebrovasculares, tumores, diabetes e lúpus eritematoso sistematizado. Aumentos decorrentes de comprometimento da barreira hematoliquorica acontecem em casos de tumor cerebral, hemorragia intracerebral, meningite, encefalite e infecções bacterianas. A síntese local de imunoglobulinas é importante no diagnóstico de doenças do sistema nervoso central.

  • Material:

    Sangue

  • Preparo:

    Jejum não obrigatório. 

  • Material:

    Líquor

  • Preparo:

    A coleta deste material é um procedimento médico não realizado pelo laboratório.

Código CBHPM: 40307280/40324397

Resultados